Select Page

“I see design as a tool for the creation of visual solutions and experiences that can have social impact and promote change. It’s the intersection between design and other artistic languages that fascinates me. As so, an MA in Contemporary Art History has allowed me to pursue further specialization and broaden my understanding on other areas of study such as art education and art therapy.”

Joana Paz is a self-employed designer and illustrator based in Lisbon.

Her professional experience in graphic and web design includes the development of creative solutions applied to a great variety of media, with special emphasis on children’s books and games. Co-author of six publications, with input on design and illustration, but also writing and art direction, she has guided several illustration workshops for children, mostly in portuguese schools (2012-2015), but also in ‘Favela da Maré’ (Rio de Janeiro, 2014), as well as during the dynamization of the exhibition “Como as cerejas”* in the Berardo Collection Museum (former CCB, Lisboa).

Having graduated in Communication Design at the University of Lisbon’s School of Fine Arts, during which she studied at the ‘Accademia di Belle Arti di Torino’ (Torino’s Art Academy, Italy) as an exchange student, she also complemented her artistic training with a three-year drawing course at ‘Sociedade Nacional de Belas-Artes’ (National Fine Arts Society, Lisbon).

In 2015 Joana decided to pursue an MA in Contemporary Art History at the NOVA School of Social Sciences and Humanities to pursue further specialization in fine arts and broaden her understanding on other areas of study, such as Art Education and Art Therapy.

* This was the same exhibition that followed the successful event of 2012 Bologna Children’s Book Fair where Portugal was guest of honor. The workshop was in partnership with Danuta Wojciechowska (illustration) and Dulce Gonçalves (creative writing).

“Vejo o design como uma ferramenta para a criação de soluções e experiências visuais que podem ter impacto social e promover mudanças. É a interseção entre o design e outras linguagens artísticas que me fascina. Assim, um mestrado em História da Arte Contemporânea permitiu-me explorar uma especialização adicional e ampliar o meu entendimento noutras áreas de estudo, como arte-educação e arte-terapia.”

Joana Paz é designer e ilustradora, de momento a trabalhar por conta própria, em Lisboa.

A sua experiência profissional em design gráfico e web inclui o desenvolvimento de soluções criativas aplicadas a uma grande variedade de meios, com ênfase especial em livros e jogos infantis. Co-autora de seis publicações, com contribuições em design e ilustração, mas também escrita e direção de arte, dirigiu várias oficinas de ilustração para crianças, principalmente em escolas portuguesas (2012-2015), mas também na ‘Favela da Maré’ (Rio de janeiro de 2014), bem como durante a dinamização da exposição “Como as cerejas”* no Museu da Coleção Berardo (antigo CCB, Lisboa).

Licenciada em Design de Comunicação pela Escola de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, durante a qual estudou na Accademia di Belle Arti di Torino (Academia de Arte de Turim, Itália) como estudante de intercâmbio Erasmus, complementou a sua formação artística com três anos de desenho na Sociedade Nacional de Belas-Artes (Lisboa).

Em 2015, Joana decidiu perseguir um mestrado em História da Arte Contemporânea na Escola de Ciências Sociais e Humanas da NOVA para se especializar em artes plásticas e ampliar o seu entendimento noutras áreas de estudo, como arte-educação e arte-terapia.

* Esta foi a mesma exposição que se seguiu ao evento de sucesso da Feira do Livro Infantil de Bolonha, em 2012, onde Portugal foi convidado de honra. O workshop foi realizado em parceria com Danuta Wojciechowska (ilustração) e Dulce Gonçalves (escrita criativa).